<BODY>


Dudu


Meu nome é Eduardo. Eu nasci no dia 23 de maio de 2006, numa terça-feira, no Hospital Renascer às 09h07min. O médico que me trouxe ao mundo foi Dr. Loaiy Ibrahim. Meu parto foi Cesariano e quando eu nasci pesava 3420 kg e minha altura era 51 cm. Sou um bebê muito amado, talvez por isso seja tão esperto, confiante, carinhoso, sorridente, simpático, inteligente...


Mamãe


Meu nome é Débora tenho 30 anos. Criei esse blog para compartilhar a maravilhosa experiência que é ser mãe dessa criança linda. Nesse cantinho procurarei eternizar os vários momentos da vida desse prí­ncipe que veio ao mundo para encher nossos dias de amor e alegria...

Estou muito feliz, pois o Eduardo é a mais perfeita tradução do amor e afeto que sinto pelo meu grande amor - meu marido. "Obrigada Deus pelo presente precioso que recebemos aos sermos pais."

Espero ao ver meu filho crescer, poder enxergar nele os valores morais e éticos que com muito amor e dedicação tento a cada dia transmitir. Ver que criei um ser bom na sua essência e que, mais tarde, ele estará pronto para melhorar o mundo, mesmo que da maneira dele.


Papai

O meu nome é Wagner Washington, eu tenho 31 anos de idade e sou o papai do Eduardo.

É difí­cil falar das pessoas que amamos incondicionalmente, e com o meu Dudu é assim... por mais que eu queira, não consigo disfarçar a imensurável alegria, que sinto ao estar ao lado dele, chego ao ponto de me tornar um completo bobo ao brincar; ao chorar quando ele chora; ao rir com as suas travessuras... situações essas que, pra muitos não é nada, mas que para quem é pai, é uma sensação inexplicável.

O meu filho foi uma realização em minha vida, um verdadeiro sonho, que se tornou realidade por consequência de uma dose enorme de muito amor. Agradeço a Deus por ter me dado esse maravilhoso presente - EU TE AMO MEU FILHO QUERIDO.

E é claro que não posso esquecer da minha alma gêmea, que me presenteou com um filho lindo.

EU TE AMO DÉBORA!!!!!!!!!

MINHA AMADA ESPOSA..... PARA TODO SEMPRE.


Uma Família Feliz!

Um bebê nasce com a necessidade de ser muito amado e querido. E nunca perde esta necessidade. E é para demonstrar todo esse amor pelo nosso bebê Eduardo que compartilhamos com todos vocês esse cantinho, aonde relatamos fatos da vida do Dudu, trocamos experiências e fazermos nossas declarações de amor, como pais apaixonados que somos. Obrigada por nos visitar e por nos dar a oportunidade de colocar o nosso bem mais precioso, entre os muitos que farão com que ele se sinta amado e querido, a cada dia de sua vida.

Gravidez


1º Aniversário


2º Aniversário


3º Aniversário


Meus Amigos

* Bina e Brenda
* Dryka Design
* Tia Celia
* Tia Ilka
* Ilka e filhos
* Tia Edimar Suely
* Tia EureKa - Clube de Mulher
* Danny e Nathalia
* Paula, Pedro e Maria Clara
* Ana Laura, Davi e Bruno
* Sofia, Pedro e Joana
* Sama e Meninas
* Gi, Thomas e Eric
* Luciana, Guilherme e Gustavo
* Alê e July
* Vanessa, Davi e Pedro
* Ro e Nicolly
* Isabel, João Pedro e Marcus Vinícius
* Mary e Camila
* Pollyanna, James e Luke
* Uiara e Sueli
* Joelma e Giovanni
* Tais e Anna
* Mamãe e Gabriel
* Carina, Kevin, Erick e Arthur
* Aline e Ana Júlia
* Thais e Thales Miguel
* Tia Andréia - Déa Cute
* Tia Edimar Suely
* Elisângela e Lucas
* Kelen e Kauã
* Alessandra, Otávio e Helena


Tempo



Visitinhas

Meu Bichinho
Olá amiguinhos!!! Eu sou o Teo, o peixinho de estimação do Dudu. Que tal vocês ajudarem o Eduardo a me alimentar??? É muito fácil: pegue com o mouse minha comidinha que est¡ a esquerda do meu aquário. Agora é só clicar no mouse e ... PRONTO... vou ficar de barriga cheia!
Adote um bichinho!

Enquete

Com qual idade devemos iniciar a educação dos filhos?
Ainda na barriga da mãe
Assim que nascer
Com cerca de 1 ano de idade
Após completar 6 anos
Devemos deixá-los livres para suas escolhas pessoais


Votar

Resultado Parcial...



Link-nos

Pegue nosso selinho








Pegue nosso award





Blog Antigo
Antigo Blog do Dudu

Selos, awards e etc


Passado

* Julho 2009
* Agosto 2009
* Setembro 2009
* Outubro 2009
* Novembro 2009
* Dezembro 2009


Música


Baby Mine - Allison Krauss


Créditos

..:: Dryka Alves ::..

Todos os direitos
reservados ©
__________

Blog Dryka Design
This page is powered by Blogger.

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com


Disney and Pixar Filmes
CBox

Lilypie Kids Birthday tickers




sexta-feira, 31 de julho de 2009

Inaugurando o novo Cantinho do Meu Dudu

Que saudade!!! Pois é, não consegui ficar muito tempo longe do cantinho do Dudu. São tantas alegrias que não foram registradas... Mas aqui estamos novamente, com um cantinho novinho em folha pra poder contar a vida de um príncipe... Para inauguração, trouxe uma mensagem linda que transmite com muita propriedade o maravilhoso sentimento que é ser mãe.


OS FILHOS NÃO PODEM ESPERAR
( Children Won't Wait )
"Há um tempo de se esperar pela chegada do bebê, tempo de consultar o médico.
Há um tempo de planejar dietas e exercícios, tempo de preparar o enxoval.
Há um tempo de se maravilhar com os caminhos de Deus, na certeza de que este é o destino para o qual fomos forjadas.
Há um tempo de sonhar com o que essa criança poderá ser.
Um tempo de orar a Deus, pedindo sabedoria para educar esta criança que carregamos.
Um tempo de preparar-nos para que possamos nutrir também a sua alma.
Mas eis que logo chega o tempo de nascer.
Pois os filhos não podem esperar!
Há um tempo para alimentá-los à noite, tempo de cólicas e remédios.
Há um tempo para balançar e um tempo para andar pelo assoalho,
Há um tempo para a paciência e para o auto-sacrifício,
Tempo de mostrar-lhes que o seu novo mundo é um mundo de amor, de bondade e de confiança.
Há um tempo de ponderar sobre o que eles são... não brinquedos, mas pessoas, indivíduos... almas criadas à imagem de Deus.
Há um tempo para considerar a nossa participação.
Não podemos possuí-los.
Eles não são nossos.
Nós fomos escolhidas para importarmo-nos com eles, amá-los, apreciá-los, nutri-los e dar contas a Deus por tudo isso.
Nós devemos fazer o melhor para eles,
Porque os filhos não podem esperar!
Há um tempo de abraçá-los bem forte e contar-lhes as mais belas histórias que conhecemos.
Um tempo de mostrar-lhes Deus, na terra, no céu e na flor; para ensinar-lhes a admiração e o respeito.
Há um tempo de deixar os pratos na pia, para balançá-los no parque, Apostar uma corrida, fazer desenhos, apanhar uma borboleta e dar a eles uma amizade alegre.
Há um tempo de apontar-lhes o caminho a seguir, de ensinar seus lábios infantis a orar,
De ensinar-lhes a amar as palavras e o dia de Deus.
Porque os filhos não podem esperar!
Há um tempo para cantar, em vez de resmungar, de sorrir em vez de franzir a testa.
De enxugar as lágrimas com um beijo e sorrir dos pratos quebrados.
Há um tempo para compartilhar com eles as nossas melhores atitudes... o amor pela vida, o amor à Deus e o amor pela família.
Há um tempo para responder às suas perguntas, todas as suas perguntas.
Porque poder vir um tempo em que eles não queiram mais as nossas respostas.
Há um tempo para ensiná-los, pacientemente, a obedecer, tirando mesmo os seus brinquedos.
Há um tempo para ensiná-los sobre a beleza do dever, de habituá-los a serem pessoas boas e educadas, a alegria do respeito ao lar e à paz da oração.
Porque os filhos não podem esperar!
Há um tempo de vê-los sair bravamente, rumo à escola, de sentirmos sua falta em nosso caminho.
De sabermos que outras mentes têm a sua atenção, mas que estaremos prontas para recebê-los, quando voltarem ao lar, E ouvir, ansiosamente, a história do seu dia.
Há um tempo de lhes ensinar independência, responsabilidade e autoconfiança.
De sermos firmes, mas amigas, de disciplinarmos com amor.
Pois cedo, muito cedo, haverá um tempo de deixá-los partir, desligados dos nossos aventais,
Porque os filhos não podem esperar!
Há um tempo de guardarmos como tesouro, cada efêmero minuto da sua infância.
Somente dezoito preciosos anos para inspirá-los e treiná-los.
Nós não trocaríamos esse precioso patrimônio por quinquilharias como posição social, reputação profissional ou nos negócios, ou por qualquer tipo de pagamento.
Uma hora de interesse, hoje, pode salvar anos de melancolia amanhã,
A casa pode esperar, os pratos podem esperar, o quarto novo pode esperar,
Mas os filhos não podem esperar!
Haverá um tempo em que já não se ouvirão mais portas batendo, nem haverá brinquedos na escada, ou brigas infantis, ou marcas de dedos na parede.
Então, olharemos para trás com alegria e não com remorso.
Haverá, então, o tempo de nos concentramos em serviços fora de nossos lares;
Visitando os doentes, os enlutados, os desanimados, os iletrados; Dando de nós mesmos para a melhoria do outro.
Haverá um tempo de olhar para trás e saber que estes anos de maternidade não foram desperdiçados.
Oremos para que haja um tempo de ver nossos filhos se tornarem pessoas justas e honestas, amando a Deus e servindo a todos.
Deus, dê-nos a SABEDORIA para entender que HOJE é o nosso dia com os nossos FILHOS.
Que não há um momento em suas vidas que não seja importante.
Que entendamos que nenhuma outra carreira é tão preciosa,
Que nenhum outro trabalho é tão recompensador,
Nenhuma outra tarefa tão urgente!
Que possamos não adiar nem negligenciar esta tarefa,
Mas, pelo Teu Espírito, que a aceitemos de boa vontade, com alegria e júbilo, e pela Tua graça a realizemos, porque o TEMPO é curto e o nosso tempo é AGORA.
Porque os filhos não podem esperar!
Helen M. Young



Às 17:00


0 Aqui também pode!